Diversificação na Carteira de Investimentos – O Pilar número 1

No artigo de hoje vamos falar sobre um tema bem básico, mas que irá acompanhar você por toda sua “carreira” de investidor financeiro, a importância da diversificação na sua carteira de investimentos!

O Que é a Diversificação?

A Diversificação de investimentos consiste em uma estratégia para diminuir os riscos.

Você deve usar a diversificação nos seus investimentos – e em outras  áreas da sua vida – diminuindo seus ricos, com uma dependência menor de cada ativo e evitando um possível desastre nas suas finanças.

Lembra daquela expressão “Nunca coloque todos os ovos na mesma cesta.”?

Pois é, tá cheio de gente que saiu do mercado com os bolsos vazios por ter colocado todos os ovos na mesma cesta, por isso é importante que você aprenda essa lição desde cedo para não precisar aprender sofrendo nas garras do mercado.

Então, não importa se você ainda é um iniciante na bolsa de valores e aplica o valor mínimo mensal, o importante é começar a diversificar desde cedo.

Apesar de não garantir o sucesso na bolsa de valores e na sua vida financeira em geral, a diversificação é um dos pilares básicos e um ponto em comum entre os investidores financeiros de sucesso.

A Diversificação vai nos proteger do que?

A diversificação vai ser capaz de nos proteger contra alguns riscos específicos.

Diversificando entre vários tipos diferentes de investimento, e entre diferentes produtos dentro de cada classe, conseguimos diluir muito os riscos desde que estejamos investindo em ativos de valor.

Entre esses riscos dos quais a diversificação vai ajudar a nos proteger estão:

  • Falência de uma empresa
  • Crise em um setor da economia
  • Tempos de baixa da bolsa de valores

Entre outros riscos onde conseguimos diminuir as chances de dar errado investindo em diversos ativos diferentes, pois cada ativo vai estar reagindo de maneira diferente ao mercado.

Do que a diversificação não nos protege:

Existem alguns fatores que a diversificação nos investimentos não vai nos proteger, porém, a diversificação em outras áreas na vida vai poder nos ajudar.

Essas situações onde a diversificação em investimentos é ineficaz são aquelas situações onde infelizmente o dano atinge todo mundo e é impossível escapar diretamente, como por exemplo:

  • Guerra
  • Instabilidade política
  • De nós mesmos

A importância de diversificar seus investimentos – Exemplo:

Crise no sistema bancário

Você montou toda sua carteira com muito cuidado, escolheu ativos de valor, visando o longo prazo, e diversificou entre :

  • 35% em 3 títulos públicos
  • 15% em um CDB que lhe pareceu atrativo
  • 10% em 6 fundos imobiliários
  • 40% em 20 empresas da bolsa de valores.

Eis que passado 4 meses, aparece uma grave crise no sistema bancário que está afetando todos os grandes bancos da bolsa de valores.

Porém você diversificou e investiu apenas 40% do seu patrimônio na bolsa de valores, e ainda dividiu esses 40% em 20 empresas diferentes, 5% em cada uma.

Ou seja, suas ações dos dois bancos representam apenas 10% de sua carteira de ações e apenas 4% de todo o seu patrimônio financeiro.

Agora me diga, você vai passar tranquilo por essa crise no sistema bancário?

Garanto que você vai passar por essa crise bancária sem se preocupar, muito diferente do que se você tivesse decidido que diversificação é bobagem ou se estivesse apostando na bolsa de valores.


Com o artigo de hoje espero que você tenha entendido a importância da diversificação dentro de sua carteira de investimentos.

Lembrando que quanto mais diversificado em ativos de valor, mais tranquilo você pode dormir!

Se esse artigo te ajudou, não esqueça de deixar um comentário e compartilhar com seus amigos!

Summary
Review Date
Author Rating
51star1star1star1star1star