Qual investimento é melhor que a poupança?

Normalmente quando estamos começando a conhecer o mundo dos investimentos financeiros e ainda estamos aprendendo como colocar o dinheiro trabalhar pra nós, temos a poupança como referência, ela é o investimento mais conhecido no nosso país e é onde a maioria das pessoas guarda aquele extra que sobrou.

No artigo de hoje iremos ver se a poupança vale a pena, quando vale a pena e analisar qual investimento é melhor que a poupança.

A poupança é um bom investimento?

Então, depende muito o ponto de vista e o que analisamos, portanto a poupança pode ser um bom investimento, mas também pode ser um investimento bem ruim, vai depender das suas intenções.

Eu, como um investidor financeiro que busca a independência financeira, considero a poupança um investimento ruim pois ela me oferece rendimentos menores do que outras opções de renda fixa quando analisamos o longo prazo e a renda variável (apesar de incerta) tende a oferecer um rendimento maior também, o que torna a poupança um investimento ruim.

Porém, se você precisa fazer uma reforma na sua casa, ou está guardando dinheiro para trocar de carro em um prazo curto, a poupança pode ser sim uma boa opção de investimento já que você não terá de pagar imposto de renda, com certeza vai ter um rendimento positivo e pode retirar o dinheiro quando desejar, sem maiores incômodos.

Conte pra nós qual sua situação e qual o fim desejado para o seu dinheiro nos comentários que juntos podemos analisar se a poupança é um bom investimento no seu caso!

investimentos melhores que a poupança

Quando a poupança é a melhor opção?

Enquanto a maior parte das situações são discutíveis se a poupança é o melhor investimento ou não, existe uma situação onde a poupança é a melhor opção indiscutivelmente e que é um princípio básico para todo investidor: A sua reserva de emergência!

A reserva de emergência é o primeiro investimento financeiro de qualquer pessoa, antes de pensar em aplicar em fundos de investimento, tesouro direto ou na bolsa de valores todos nós temos a obrigação de montar uma reserva de emergência que possa cobrir no mínimo 6 meses de nossos gastos mensais.

Essa reserva de emergência vai te dar tranquilidade em momentos de crise, quando você corre o risco de perder o emprego ou quando qualquer outra emergência bater na sua porta (e elas acontecem quando a gente menos espera).

A poupança é a melhor opção para montarmos nossa reserva de emergência pois lá temos a segurança da renda fixa, não corremos o risco de perder dinheiro, e podemos fazer o saque do dinheiro no momento que desejarmos, sem ter que esperar um minuto sequer.

Características da poupança

Vamos ver algumas das principais características da poupança:

  • Não paga imposto de renda
  • Podemos aportar ou sacar o dinheiro da poupança instantaneamente
  • Rendimentos baixos

Qual Investimento é melhor que a poupança?

É complicado falar em algum investimento específico que seja melhor que a poupança, pois como já falamos, cada caso é um caso.

Mas quando analisamos somente o rendimento de cada tipo de investimento, praticamente qualquer opção é melhor que a velha poupança, cada um com seus riscos e características.

Vamos ver e entender um pouco sobre cada um desses investimentos que são melhores que a poupança:

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é na minha opinião a opção de investimento financeiro que enfrenta diretamente a poupança e dá um nocaute nela facilmente por conta dos rendimentos serem maiores e oferecerem a mesma segurança que a poupança.

O TD é um investimento de renda fixa, portanto, se você comprar um título do tesouro direto e segurar ele até o prazo de vencimento, é impossível perder dinheiro, assim como na caderneta.

Você compra um título do governo e empresta dinheiro pra ele, que vai devolver o dinheiro lá na frente pagando os juros prometidos, cada título oferece rendimentos diferentes e tem prazos diferentes.

LCI, LCA e CDB’s

Além do Tesouro Direto existem outras opções de investimentos de renda fixa como o LCI, o LCA e os CDB’s. A diferença é que aqui emprestamos dinheiro pro banco ou pra instituição financeira, e não pro governo.

Na maioria dos casos, todos esses investimentos apresentam rendimentos maiores que a poupança e bem parecidos com o TD, porém tem um risco maior, principalmente quando oferece rendimentos acima da média.

Quanto maior for o rendimento, maior o risco do investimento.

Isso porque aquelas instituições financeiras que possuem uma situação financeira pior, que tem menos credibilidade, precisam oferecer taxas maiores para conseguir atrair investidores, porém elas tem chances maiores de quebrar.

Vale lembrar que o FGC garante até R$250 mil reais caso a instituição quebre, mas o transtorno não vale a pena!

Ações

Aqui já entramos para o mercado de renda variável, onde mais nada é garantido. No mercado de ações e em todos investimentos da bolsa de valores, você pode ganhar ou perder dinheiro, não existem garantias nenhuma que seu investimento irá se valorizar.

A tendência é que escolhendo empresas de qualidade, que tem lucros e uma situação financeira saudável, a gente ganhe dinheiro no longo prazo, com a expectativa de ganhar mais que na renda fixa, porém caso a empresa venha a quebrar ou simplesmente piorar, é certo que iremos perder dinheiro.

Querendo ou não, é uma espécie de aposta no futuro das empresas, porém podemos diminuir os riscos analisando muito bem as empresas em que queremos investir.

Fundos Imobiliários

Assim como as ações, os fundos imobiliários fazem parte da bolsa de valores e também fazem parte do mercado de renda variável, que podem tanto ter rendimentos positivos ou negativos.

A diferença dos fundos imobiliários para as ações está no tipo de ativo, enquanto as ações representam empresas, os fundos imobiliários são fundos que administram imóveis.

Quando compramos cotas dos FII’s nos tornamos sócios de um ou de vários imóveis, e recebemos mensalmente os aluguéis provenientes desses imóveis.


Espero que esse artigo tenha te ajudado a descobrir quais são as possibilidades de investimentos melhores que a poupança.

Que esse artigo seja uma porta de entrada para você começar a estudar e entender mais sobre o gigante mundo dos investimentos financeiros.

Se você ficou com qualquer dúvida ou tem alguma opinião sobre o artigo, não se esqueça de deixar um comentário!

Seu feedback é muito importante pra mim, um abraço e ótimos investimentos!